Espuma Viscoelástica

03 de dezembro de 2013 • Por Elvis, em Informações Técnicas
Espuma Viscoelástica
Uma das espumas mais avançadas que existem atualmente no mercado é a viscoelástica, que ficou famosa por ter sido desenvolvida especialmente para os assentos dos pilotos da NASA.

A espuma viscoelástica proporciona alto grau de conforto, sendo muito agradável ao toque (dando a sensação de “espuma fria”, devido ao conforto térmico que propicia), e devido a sua característica de baixa resiliência absorve bem choques e vibrações.

Travesseiro de espuma viscoelástica

Travesseiro de espuma viscoelástica

Embora alguns fabricantes deem a entender que produzem colchões inteiros de espuma viscoelástica, o mais comum é que eles sejam fabricados como se fossem “sanduíches”: uma camada de viscoelástico para aumentar a sensação de conforto, e uma outra camada (maior) de espuma de alta densidade, para dar suporte.

As espumas viscoelásticas adaptam-se mais facilmente ao formato do corpo, proporcionando uma área maior para distribuição do peso durante o sono, propiciando mais relaxamento e maior permanência no estado de sono profundo, justamente aquele em que o organismo reconstitui a saúde e fixa na mente as informações apreendidas durante o dia.

54 comentários

  • cheila • 25/06/2010

    li os textos do site e ja sei que a espuma adequada pro meu biotipo e D45 pois peso 105klos,porem foi me oferecido numa loja um colchao com densidade D50 com piloow top! e uma boa opçao?

    • Elvis • 04/07/2010

      Cheila.

      Colchões nominalmente acima de D45 têm uma construção diferente, na verdade é um “sanduíche” de espumas D33 recheado com uma camada de espuma aglomerada (densidade 100) para dar firmeza.

      Assim, esse colchão D50 deve suportar o seu peso tanto quanto o D45, mas cabe ressaltar que ele não será um colchão de densidade real, ou seja, de qualidade inferior.

  • Juca • 29/07/2010

    antes de mais nada parabens pelo site. muito esclarecedor e interessante. sobre o visco elastico, tenho notado sua utilizacao ate mesmo em marcas mais populares, porem em espessuras minimas. Qual seria a espessura ideal para uma camada de visco elastico em colchao do tipo box / molas que proporcionasse os seus reais beneficios em termos de sensacao de conforto e controle de temperatura?? Grato,

    • Elvis • 14/08/2010

      Juca.

      O mínimo seria uma camada de 1cm de viscoelástico para dar o “toque”. E no máximo de 3cm (caso o viscoelástico seja integrado ao bordado) a 5cm (caso o viscoelástico esteja abaixo do bordado), pois acima disso ele se torna desconfortável porque a pessoa “afunda” na espuma, porque a resiliência (ou a “velocidade de retorno” da espuma à sua forma original) é mais baixa.

  • Lenice • 30/08/2010

    Adorei este site!!! Me ajudou muito!

  • Ricardo Hedo • 01/09/2010

    to na duvida entre o pro saude extra firme(d45) da ortobom e o pro saude firme(d33).
    ou o orthopur, aquele que diz ser da nasa e tal.
    outra duvida, nas lojas que nao sao franquias o apolo II dizem ser semelhante ao orthopur da ortobom, sera mesmo? pois o orthopur é bem mais caro.
    tenho 1.9 de altura e 92 kg

    • Elvis • 15/09/2010

      Ricardo.

      Pela relação entre peso e altura, o ideal para você seria um D45 (densidade real).

      Com relação aos modelos citados, não podemos ajudar, o ideal é você experimentar e escolher aquele que lhe der a melhor relação de custo x benefício.

      Lembramos que não fazemos comparação entre marcas ou modelos, não é de nossa competência fazer isso.

  • ALAN • 10/09/2010

    Ola bom dia.Estou interessado em comprar um colchão da marca “BOM PASTOR”, de molas bonet CLASSIC SUPER , mas não conheço essa marca, gostaria de saber se vcs A conhecem, e se é uma boa marca de colchão.
    Grato

    • Elvis • 15/09/2010

      Caro Alan.

      O objetivo do site não é comentar marcas, mas se a loja é de sua confiança, o colchão tem a garantia adequada (cinco anos para colchões de molas) e é de seu agrado, boa compra!

      Lembre-se apenas de experimentar o colchão na loja antes de comprar, deitando e rolando literalmente e não apenas apalpando ou sentando.

  • Jovina • 13/10/2010

    Olá, bom dia
    Preciso sair da dúvida. Estava usando um colchão de espuma, mas estava sentindo desconforto, dores na coluna e meu marido tem hernia de disco e também estava sentindo dores. Deduzimos que nosso colchão era muito mole. Trocamos por um de molas ensacadas e com garantia, pagamos caro e apenas após um ano e meio as dores voltaram. Aí trocamos por um de espuma novamente D33 garantia de 3 anos, que passou no teste do inmetro (no programa do Fantástico), só que agora sinto dores nos quadris e uma espécie de cãimba que vai dos quadris até o joelho, pois ele é muito firme e eu sou magra na região do quadris (fico virando a noite toda). Vi pela internet que existem uns colchões de sobreposição de viscoelástico. Estamos pensando em comprar um para colocar sobre o nosso colchão de espuma. Liguei para a fábrica e me indicaram duas alturas. Tem de 8 cm e 4 cm. A minha dúvida é a seguinte: será que com o de 4 cm meus quadris não vão encostar rapidinho no colchão duro? E o de 8 cm de viscoelástico puro não vai entortar nossa coluna e voltar a dor na lombar? Ouvi falar que a espuma viscoelástica afunda proporcionalmente, de acordo com maior ou menor pressão ou seja, não viram um barca, entortando a coluna, isso é verdade? Existem espumas viscoelásticas melhores que outras, densidades diferentes, como nas espumas comuns? Por favor, toda ajuda será bem vinda, pois queremos acertar dessa vez, estamos cansados de errar na compra, pois dinheiro não dá em árvore. Nosso peso e altura são: 65 K/1,69 alt e 72 k/1,69 alt
    Grata.

    • Elvis • 04/11/2010

      Jovina.

      Você pode comprar um colchão de sobreposição de 4cm que vai dar um toque de maciez ao seu colchão mais firme. O de 8cm vai ter muito viscoelástico, e não demorará mais do que alguns minutos para você estar deitada em um buraco. Isso porque a espuma viscoelástica se molda ao corpo, e demora a voltar à sua forma original (o termo técnico é “baixa resiliência”).

      Uma outra opção seria um colchão que chamam de “caixa de ovo”, que é uma espuma D33 para usar sobreposto ao seu colchão. Sugiro que use com “os biquinhos” para baixo, de forma a haver um vão entre seu colchão e a espuma sobreposta, mas talvez você até prefira usá-lo com “os biquinhos” para cima, o que vai proporcional um “toque massageador” ao deitar. A finalidade deste colchão é evitar que pessoas que precisam passar muito tempo deitadas desenvolvam escaras.

  • Fabrício Tourinho • 19/10/2010

    Bom dia,
    preciso de uma ajuda na escolha de um colchão e uma cama box 088 x 1,88.
    pensei em algo visco elástico ou látex.
    é para uma pessoa com 1,83m e 174kg.
    o que você me recomenda?

    • Elvis • 04/11/2010

      Fabrício.

      Desde que o colchão seja de mola ensacada, tanto o látex quanto o viscoelástico são ótimos acabamentos.

      Agora, colchão inteiro de látex ou de viscoelástico é algo inviável para uso (se você conseguir encontrar, claro, pois que eu saiba esse produto nem é fabricado, a começar pela questão do preço).

  • Simone • 27/10/2010

    Olá, gostaria de saber qual a diferença entre um COLCHAO DE MOLAS PETRUS POCKET e COLCHAO MOLA POCKET LIGHT SELADO ?Aguardo uma resposta,obrigada.

    • Elvis • 04/11/2010

      Simone.

      Não temos como analisar marcas de colchão para você. Você vai ter que levantar esta informação junto aos lojistas ou no site do fabricante.

      Não é objetivo de nosso site criticar ou analisar marcas ou modelos de colchão, e você está pedindo informação justamente sobre dois modelos específicos de uma marca.

  • Gilberto • 07/11/2010

    Bom dia comprei um colchão Mega Bamboo Top Visco era o top da loja mais despois de uns meses acordo às vezes com dores no corpo, pode ser o colchão?

    • Elvis • 04/12/2010

      Depois de uns meses já era para você estar adaptado ao colchão.

      Pode ser que seja sua maneira de dormir, seu travesseiro, etc.

  • marina • 27/11/2010

    Tenho 02 hernias de disco e artrose na coluna. Estou trocando meu colchão de molas (não tem molas ensacadas) porque estou sentindo muitas dores na coluna. Minha dúvida é a seguinte: qual o melhor colchão para quem tem hernia de disco- molas ensacadas ou com lamina de espuma viscoelástica – D45 ?

    • Elvis • 04/12/2010

      Marina.

      Se te falaram em viscoelástico D45, te falaram besteira, pois viscoelástico não tem densidade.

      Se você está achando seu colchão macio demais, a sugestão é que opte agora por um colchão de molas ensacadas, ou de espuma mais firme (principalmente no seu caso observando que seja espuma de densidade real, três anos de garantia). Mas você só vai saber qual é o mais confortável experimentando um e outro tipos de colchão.

  • Michelli • 27/11/2010

    Olá,
    Estou querendo comprar um colchão e dei uma olhada no orthopur. Gostaria de saber se esse colchão é adequado pois temos muita dor nas costas, tenho 80 kg e 1,69cm e meu marido 80 kg e 1,79cm. Se não for adequado por favor indique algum outro tipo. Obrigada desde já

    • Elvis • 04/12/2010

      Michelli.

      Como vocês têm dores nas costas, o ideal é que optem por um colchão mais firme. Creio que um D33, densidade real, tradicional, seja adequado ao seu caso.

      Um colchão de molas ensacadas, acima de 26cm de altura, também seria um colchão firme e bem confortável para vocês.

      Entretanto, a melhor maneira de saber é experimentando. Vá com seu marido à loja, e deitem nesse colchão, rolem, experimentem, se possível durmam um pouco, para certificar-se de que ele não vai ser macio demais para a sua necessidade.

  • Eliane Costa • 28/11/2010

    Prezado,
    Estou trocando o colchão Queen Size depois está mole, com um buraco onde deitamos.
    Temos visto muitas marcas e preços e ai vem a duvdida. Pesamos 77 e 78 quilos os dois.
    O que é melhor para coluna/conforto pois os dois temos apresentado problemas e dores – estamos amanhecendo travados.
    Um colchão mais duro com molas ensacadas ou com camadas de viscoelastico e látex(tenho medo que amolecam muito com o tempo) Qual a melhor opção ?
    Muito obrigada.
    Eliane

    • Elvis • 04/12/2010

      Eliane.

      O seu caso é muito semelhante ao da Michelli, do comentário acima, e a resposta que demos a ela é a mesma que daremos a você. 🙂

  • Soraya • 04/12/2010

    Olá, estou em uma maratona sem fim na busca de uma cama box casal de 198 x 159.
    Na verdade a dúvida não é exatamente por marcas, mas na hora da pesquisa são tantas informações que parece não existir um modelo ideal.
    Quero uma cama com molejo firme mas que seja aconchegante e tenha boa durabilidade.
    Me foi oferecido colchão de molas LFK que seria “melhor” do que molas ensacadas ou D45 “selado” com pilow. Dos três citados qual atenderia melhor as minhas expectaticas. Obrigada

    • Elvis • 04/12/2010

      Soraya.

      Depende do seu biotipo e de sua percepção de conforto.

      Você vai ter que ir à loja e experimentar cada colchão, para sentir qual deles vai propiciar o conforto que você procura, pois trata-se de valores muito subjetivos.

  • Fabiana Reis • 05/01/2011

    Bom dia!
    Como os outros frequentadores do bomcolchao.com.br, tenho várias dúvidas: quero comprar uma cama box para meu filho de quase 4 anos. Hoje ele pesa cerca de 18 kg, mas eu gostaria de uma cama que ele pudesse usar por uns 10 anos ou mais. Ficarei com o tamanho 0,88X1,88m Lá vão as dúvidas, já que ele ainda é muito pequeno pra escolher:
    – o que é melhor, molas ensacadas ou tipo bonnel?
    – é melhor que as laterais sejam firmes ou isso não faz diferença?
    – qual é o mais durável, ou seja, deforma menos com o passar do tempo: o que tem pillow top de viscoelástico ou de látex?
    – devo optar por um mais macio ou mais firme já que meu filho passará todo o tempo de uso do colchão em fase de crescimento?
    Agradecerei as respostas, Elvis, pois cada fabricante defende seu material como o melhor e mais durável, então não sei qual é a verdade sobre o látex e o viscoelástico, por exemplo.
    Grata.
    Fabiana

    • Elvis • 16/01/2011

      Fabiana.

      Em primeiro lugar, você não conseguirá comprar um colchão com validade de dez anos ou mais. Saiba por quê lendo o seguinte texto: “Qual a Durabilidade de um Colchão?“.

      Respondendo suas perguntas, na ordem.

      – O ideal para 18kg é uma espuma D28 (densidade real), mas se você faz questão de molas, bonnel acima de 24cm de altura é melhor para o caso de uma criança. Este colchão pode durar muito mais do que um de espuma.

      – Não faz diferença como serão as laterais do colchão, pois o menino vai dormir no meio.

      – Viscoelástico e látex têm a mesma durabilidade, nenhum sofrera deformação mais rápido que o outro.

      – O ideal, como dissemos antes, é um D28, justamente porque ele é muito novinho e vai passar longo período em fase de crescimento. As necessidades de uma criança mudam rapidamente, e em se tratando de colchões não será diferente. Note que um D28 (densidade real) suporta até 60kg.

  • miguel gualberto • 06/01/2011

    adquiri há 25 dias um colchão de molas LFK com pillow. Depois de 20 dias o pillow esta mais macio o que me acarreta dores na coluna. É normal esse amaciamento?

    • Elvis • 16/01/2011

      Miguel.

      Pillows de manta acrílica têm a tendência de “murchar” com o passar do tempo, o que normalmente não se observa em pillows de espuma (a espuma amacia em vez de murchar, e não em apenas 20 dias).

      Certifique-se de que o pillow do seu colchão seja de espuma, o “murchamento” será irregular; se o pillow for de manta acrílica este “murchamento” é esperado.

      Além disso, não sabemos seu biotipo para poder formular outra hipótese, mas se a espuma do pillow for de baixa densidade, e você for bastante pesado, aí poderá amaciar muito rápido mesmo.

  • Alyne • 09/01/2011

    Olá,

    gostaria de saber se box conjugado é uma boa compra
    ex:
    # Colchão de molas do tipo bonnel
    # Acoplado com caixa box de madeira branca
    # Revestido de tecido bordado.
    # Tecido 100% poliéster e camada de espuma de 1,5 cm em espuma de poliuretana D33
    # Camada de fibra vegetal

    • Elvis • 16/01/2011

      Alyne.

      Normalmente não recomendamos boxes conjugados porque em geral são produtos de qualidade inferior, por ter pouco revestimento.

      Entretanto, se você experimentou o colchão e gostou, pode ser uma boa opção caso seu orçamento esteja mais apertado.

  • Cleusa Hoffmann • 11/01/2011

    Olá,

    Adorei as informações aqui descritas,rs. Mto bom, até já defini o meu biotipo de colchão apenas lendo perguntas e respostas aqui sitadas. E tbém úteis.

    parabéns, Elvis

    cleusa

    • Elvis • 16/01/2011

      Cleusa, obrigado por suas palavras de reconhecimento pelo nosso trabalho.

  • Patricia • 16/01/2011

    Olá.

    Por favor, preciso de ajuda. Minha mãe dorme num colchão de espumas muito ruim e ultimamente vem sentindo dores por todo o corpo, fez exames e os médicos disseram que ela não tem nenhum problema de saúde. Eu acredito que com um bom colchão os problemas dela irão diminuir, ela tem 45 anos, pesa 85kg e mede 1,50m.
    Poderia por gentileza me dar algumas dicas para eu comprar um novo colchão pra minha mãe.

    Grata.

  • marcia • 21/01/2011

    Olá,

    Comprei um colchão de molas com uma camada de 6,5 de visco elastico no pillow, da sweet confort, mas estou pensado em trocá-lo por outro, da mesma marca, de molas, com uma camada de 3 cm de espuma D33 + 2,5 cm de visco elastico no pilow, o que vc acha? Dormi no colchão com 6,5 de visco e pareceu-me que restringiu um pouco meus movimentos,
    Márcia

    • Elvis • 27/01/2011

      Tudo depende do conforto que você deseja, e se você e a loja se acertarem numa troca, vá em frente!

  • Edilson Barbosa • 29/01/2011

    Adorei seu trabalho,parabéns.

    • Elvis • 12/02/2011

      Obrigado! É um estímulo para que continuemos todo o possível para oferecer o melhor conteúdo na área.

  • Daniela • 30/01/2011

    Olá. sofro de fibromialgia. tenho 1,62 de altura e 58 kg. Que colchão seria mais apropriado? Com relação a rinite alérgica que tipo de tecido deve ter o colchão? Obrigada e parabéns pelo site!

    • Elvis • 26/02/2011

      Oi, Daniela.

      Com relação ao seu problema de saúde, recomendo que procure a indicação de um médico. Não temos condições de opinar sobre assuntos que fogem ao nosso conhecimento, e não temos formação médica.

      Sobre a rinite, será interessante que você leia os seguintes textos: Características dos Tecidos dos Colchões e Conservação de colchões .

  • sergio • 15/02/2011

    Meu caro, parabéns pelo site. Minha questão é: Estou abandonando meu colchão de molas pois definitivamente não me dou bem. Quero partir para um de espuma poliuretano que é o mais normal, mas com a invasão do viscoelastico e as maravilhosas promessas de sono perfeito, estou com dúvidas: 1. Os colchoes com viscoelastico são um sanduiche com espuma poliuretano embaixo e a manta V.elastica em cima, nesse caso, pra que servem as diferentes densidades do poliuretano que está abaixo (já vi com varias opções) ?A densidade dessa camada de poliuretano influencia alguma coisa na “maciez” ou propriedades da manta v.elastica? 2. O acabamento desses colchoes de v.elastico é com tecido matelassê na grande maioria. Isso não influencia nas propriedades da manta v.elastica? Ou seja, não seria necessário estar em contato direto com o viscoelastico para sentirmos suas propriedades? 3. Tenho 62kg e 1,67cm de altura, qual seria a espessura da camada visco elastica recomendada para mim num colchao de espuma, para que eu não afunde demais ou prejudique minha coluna, ombros, etc?
    Atenciosamente

    • Elvis • 26/02/2011

      Sérgio.

      Em primeiro lugar, considere que a percepção de conforto é algo muito pessoal, razão pela qual sugerimos que experimente bem todos os tipos de colchão antes de se decidir por um ou por outro.

      Isso posto, vale dizer que o viscoelástico só proporcionará conforto, mas o que vai suportar realmente o peso do usuário do colchão é a espuma que está abaixo do viscoelástico.

      Você não teria que estar em contato direto com o viscoelástico para sentir suas propriedades, e a ausência do tecido implicaria um desgaste prematuro.

      Como a camada de viscoelástico só existe para dar uma camada extra de conforto (a espuma foi projetada para absorver impacto, mas é de baixa resiliência), acreditamos que 3cm a 4cm sejam mais do que suficientes para cumprir a função a que se propõe.

  • renato borges • 02/03/2011

    gostaria de saber como funciona um colchão Pillow Top com espuma viscoelastica com molas. ele vem com molas e com a espuma viscoelastico por cima?
    grato

    • Elvis • 22/03/2011

      Exatamente.

      O pillow top é uma camada extra de conforto que fica sobreposta ao colchão propriamente dito. O colchão de molas tem uma outra espuma de sustentação antes do pillow top.

  • Fernanda • 31/03/2011

    Olá, comprei um colchão de espuma D 60 com pillow de visco elástico. Tenho observado que o visco tem se acomodado em determinadas partes do colchão. Isso é normal para o visco elástico? Ele se acomoda da mesma forma que as outras espumas?
    Obrigada.

    • Elvis • 17/04/2011

      Fernanda.

      Entre em contato com o SAC do fabricante ou com a loja que lhe vendeu, e informe-se. Parece estranho que haja essa acomodação a que você se refere, mas os técnicos da indústria é que poderão dizer se esse comportamento é normal para o seu modelo de colchão ou não, e caso não seja e a espuma esteja na garantia, o fabricante enviará um técnico para fazer uma avaliação e encaminhar a troca para você.

  • Simone • 06/04/2011

    Bom Dia.
    A 10 dias comprei um colchão orthopur viscoelástico e desde então estou com dores nas costas. O meu colchão anterior era D45 e me sentia muito confortável. O vendedor me informou que preciso de 2 meses para me acostumar com o colchão, mas não suportarei tanto tempo sentindo dores. Peso 55 kg e meu marido 70kg. Devo trocar o colchão ou essa adaptação vai acontecer mesmo? O vendedor me sugeriu trocar por um colchão de látex e disse que minhas dores vão parar imediatamente. Qual é sua opinião. Desde já agradeço.

    • Elvis • 17/04/2011

      Simone.

      É normal que a adaptação a um colchão novo leve até dois meses mesmo, embora algumas pessoas se adaptem com mais facilidade (quinze dias, ou mesmo dois ou três).

      Em relação a marcas e modelos não podemos opinar, não é a proposta do nosso site. Mas talvez valha a pena considerar que trocar novamente de colchão agora talvez implique um novo período de adaptação, além de o colchão de látex tender a custar mais caro no seu bolso.

  • Ianny • 08/04/2011

    Elvis,

    Parabéns pelo belo trabalho neste site, com certeza tem sido de muita ajuda para muitas pessoas. Veja o meu caso, eu tinha um colchão de solteiro de espuma D33 que estava me causando dores na coluna, resolvi trocá-lo pois percebi que já estava velho e com um buraco no meio. Comprei outro de espuma D33 de outra marca de melhor qualidade, ele me fez muito bem, fiquei com ele uns cinco anos. De uns tempos prá cá, as vezes sentia dores na coluna, acredito que o colchão já estava um pouco velho apesar de não apresentar nenhum buraco e nem estar mole como o anterior ficou. Então resolvi trocá-lo por um colchão de casal da mesma marca e densidade do anterior, já que tinha sido feliz com o mesmo e também porque este colchão foi apresentado no fantástico e aprovado pelo inmetro. Mas infelizmente o colchão tem me causado dores nas costas, pescoço, ombros e braços, parece estar duro. Entrei em contato com a loja para uma possível troca e ela me ofereceu um colchão da mesma marca de densidade D45 com um pillow top de espuma viscoelástica, dizendo que seria mais confortável. Tenho muitas dúvidas sobre essa espuma, tenho medo de ao longo da noite ela afundar e causar desconforto na coluna ou até mesmo pela densidade da espuma que esta em baixo a D45, não sei se ela pode me causar dores por ser mais dura que a D33. Já apresentei problemas de coluna anteriormente, então decidir sobre o colchão ideal esta muito difícil. Não posso ter um colchão muito flexível, nem muito duro. A loja me ofereceu também um colchão de espuma com látex, mas acabei optando por um D33 do mesmo que havia comprado só que com pillow top, mas o vendedor disse que não mudaria muita coisa, que o pillow top do D33 era mais uma questão de estética do que conforto. Então não sei o que fazer, qual seria a melhor opção o D45 com pillow top de viscoelástico, o de espuma com látex ou o D33 com pillow top normal? Qualquer ajuda neste momento será muito válida. Obrigada. … Não sei se facila, mas tenho 1,65 de altura e peso 65 kg.

    • Elvis • 17/04/2011

      Ianny.

      Pelo seu biotipo o colchão ideal é mesmo o D33.

      Com relação ao pillow top de viscoelástico, certifique-se de que a altura dele não seja maior que 2cm ou 3cm, e você não terá problemas decorrentes da deformação do material. Acima disso aí já aumenta muito a probabilidade.

      Não leve em consideração esse parâmetro de que o pillow do D33 é meramente estético, porque não é: a espuma do pillow top sempre é menos densa que a do colchão, justamente para promover a sensação de conforto e maciez.

  • Joana • 21/05/2011

    Gostaria da sua opinião sobre a descrição abaixo. a descrição é boa para quem tem 1.75 e pesa 100 kl?
    Muito obrigada,

    Tecnologia de molas LFK Extra Support 2.2 mm em aço carbono temperado eletricamente, com 184 molas por m²,

    Sistema Encapsulado Composto por um quadro de reforço por todo o perímetro do colchão.

    Altura do Colchão: 33 cm.

    Densidade – D28

  • Joana • 21/05/2011

    completando as informações…

    Bordado: Formado por Espuma Viscoelástica importada no pillow top + Lâminas de Poliéter de alta perfomance D20,

    Camada de conforto formada por espuma D28 + Feltro resinado termobound 500g

    o que acha das especificações ?

    • Elvis • 21/05/2011

      Joana.

      Pela descrição trata-se de um excelente colchão.