A importância do travesseiro

Muitas pessoas têm a sensação de acordar cansadas, resultado de uma noite de sono mal dormida. A culpa pode ser do travesseiro e da postura com que se dorme.

A importância do travesseiro
O travesseiro é mais importante do que se pensa
O travesseiro é mais importante do que se pensa

Muitas pessoas têm a sensação de acordar cansadas, resultado de uma noite de sono mal dormida. A culpa pode ser do travesseiro e da postura com que se dorme. Cada pessoa, com seu biotipo e postura ao dormir, se adequa a um determinado travesseiro. Modelo, altura, densidade e material do travesseiro variam de acordo com cada um.

O mais importante é manter a coluna alinhada: um travesseiro errado pode contribuir para uma postura errada, acarretando sérios problemas de coluna, como lordose, cifose, escoliose e até hérnia de disco ou amassamento de vértebras.

Para ter certeza de que vai comprar o travesseiro certo é necessário — assim como no caso do colchão — experimentá-lo antes da compra. Normalmente as pessoas apenas apertam o travesseiro antes de comprar, mas é necessário ir além: há que se tirar o travesseiro da embalagem, deitar nele, avaliar o toque, a textura, o nível de conforto, para ter uma noção de qual será seu desempenho na prática

É muito importante estar atento à altura do travesseiro, que precisa preencher o espaço entre o ombro e a cabeça, a fim de não forçar a cervical.

A sensibilidade do descanso passa por atingir um sono profundo, o que só se consegue se todos os estímulos nervosos, inclusive os musculares, estiverem em estado de relaxamento total. Para que isso ocorra é indispensável uma posição correta ao dormir.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 10

A importância do travesseiro

Comentários

  • Caro Elvis,

    Pretendo comprar um travesseiro novo e tenho muitas dúvidas quanto ao material.
    Será que o de viscoelástico seria ideal já que este se molda ao nosso formato? Tenho dores no pescoço, acho que devido ao atual travesseiro.

    Responder
    • Amanda.

      Não tem jeito, você vai ter que ir a uma loja e experimentar todos os tipos possíveis. A percepção do conforto de um travesseiro varia muito de pessoa para pessoa.

      E observe que é provável que você tenha que passar por um período de até umas três semanas para adaptar-se ao novo travesseiro.

      Tome cuidado com os “materiais da moda”, pois às vezes os materiais tradicionais podem ser mais adequados.

      Responder
  • Gostei muito do seu site. Meu colchão é muito antigo, daqueles “ortopédicos”. A espuma (não faço ideia da densidade original) já está gasta, então comecei a procurar informações sobre colchões, para saber o que procurar e comprar. Dei sorte de encontrar seu site, que li praticamente todo. Agora vou às lojas especializadas com meu marido, deitar e rolar nos mostruários, inclusive para testar se vamos preferir molas ou espuma. Parabéns pelo site.

    Responder
  • Qual o melhor tipo de travesseiro pra quem tem hérnia de disco. Obrigada

    Responder
    • O tipo do travesseiro pode ser o que a pessoa considerar mais confortável. Porém, a altura tem que ser tal que mantenha o pescoço alinhado com a coluna. Para entender melhor leia o texto: O Que É Um Colchão Ortopédico.

      Responder
  • Caro Elvis! Te peço socorro!!!! Pois não consegui um profissional de colchões que me auxiliasse nas minhas dúvidas…..
    Estou em busca de um “colchão de espuma cuja característica seja de boa qualidade mas “MACIO”. Tenho um colchão novo com pilow e molas ensacadas de excelente qualidade (cujo produto foi muito caro), porém após noites sem dormir direito, acabei sabendo que a densidade do colchão é “intermediária”…enfim, não estou me adaptando….e minhas noites tem sido um tormento pois acordo várias vezes e com dores nas costas. Tenho 72 quilos e meu marido 88 quilos…..me indicaram comprar um “colchão de espuma 100% poliuretano (te pergunto Poliuretano é de boa qualidade ???? …..O vendedor de uma loja me disse ESPUMA é sinônimo de “BAIXA QUALIDADE…PROLIFERA ÁCAROS E BACTÉRIAS….etc…etc… (só falou coisas assustadoras)…..gostaria de saber: existe colchão de ESPUMA MACIO DE BOA PROCEDÊNCIA sem ser de molas ensacadas ??? ou somente um colchão com pilow e molas ensacadas são os mais adequados e higiênicos ????……como comprar um colchão MACIO”. Peço socorro, sua ajuda e orientação poderão me auxiliar em muito e desde já sou imensamente grata!

    Responder
    • Nilci, a mesma higiene de um colchão de espuma é a de um colchão de mola: arejar o quarto, usar capa protetora, lavar a capa mensalmente, etc. Ou seja, depende de você.

      Quanto ao poliuretano: todos os colchões têm poliuretano, inclusive os de mola porque eles têm camadas de espuma na sua construção.

      No que diz respeito à maciez do colchão, você vai ter que peregrinar pelas lojas especializadas e experimentar cada colchão adequado ao seu biotipo, até encontrar aquele que seja tão confortável quanto você deseja.

      Sobre o que o vendedor falou, lembre-se que muitas vezes eles estão sob pressão para fechamento de metas, ou coisa assim, e acabam usando um discurso mais agressivo que por fim acaba por ser besteira.

      Por fim, existem três classificações de conforto para colchões: macio, intermediário e firme. Se o intermediário não está confortável o suficiente você terá de procurar por um colchão macio, talvez com pillow-top de espuma “soft” ou de viscoelástico.

      Responder

Comente